4 tendências para cardápios de eventos corporativos

Os eventos corporativos são uma excelente estratégia para que a empresa possa estreitar laços com clientes, fornecedores e colaboradores. Por isso, mesmo em tempos de crise, esse é um mercado que continua muito ativo. E de muita concorrência também. E, para que seu buffet se destaque nesse concorrido mercado de eventos é necessário muito conhecimento de gestão e, principalmente, do que é tendência nesse setor.

Um dos itens mais importantes de um evento é o cardápio. Juntamente a outros fatores, como a ambiência, por exemplo, o cardápio contribui para o bem-estar dos convidados, afetando diretamente no sucesso do evento e no alcance dos objetivos.

No entanto, organizar um cardápio é um desafio. Afinal, como agradar a diferentes paladares? O trabalho fica mais fácil, se estivermos atentos ao que é tendência em cardápios de eventos corporativos.

Principais tendências para cardápios de eventos corporativos

Alimentação saudável

Hoje em dia é cada vez maior o número de pessoas adeptas da alimentação saudável. Ao se pensar um cardápio, deve-se dar preferência por alimentos frescos, orgânicos e incluir opções de pratos vegetarianos ou para pessoas com alguma restrição alimentar (pratos livres de glúten, por exemplo). Não coloque somente cardápios restritivos tente atender também aquelas pessoas que gostam de variedade e não possuem restrição.

Autosserviço

Esse modo de servir dá autonomia ao convidado, que pode se servir quando e do que quiser, entre as opções disponíveis. Ilhas e mesas de canto bem distribuídas pelo ambiente favorecem a interação e contribui para criar um clima mais informal ao evento. O autosserviço também representa economia de mão de obra, uma vez que exige um número bem menor de garçons, mas isso não significa não tê-los, o que pode gerar uma má impressão.

Brunch

Se o seu evento acontecerá na primeira metade do dia uma opção é servir um brunch, que nada mais é do que uma refeição intermediária entre um café da manhã e um almoço. Ele teve sua origem nos Estados Unidos, mas, vem se tornando cada vez mais comum no ambiente corporativo brasileiro.

Dentre as vantagens de se servir um brunch está a utilização do autosserviço (economizando mão de obra, dando autonomia ao convidado) e a não obrigatoriedade de se servir bebidas alcoólicas. Aliás, nem é recomendável começar o dia com um copo de uísque, não é verdade? Caso seja feita a opção pela oferta de bebidas alcoólicas, a sugestão é o vinho branco ou espumante.

O que servir em um brunch? Tenha variedade de opções e opte por ingredientes frescos. Equilibre pratos leves e pesados. Em se tratando de bebidas, sirva sempre café, leite, chás, sucos e refrigerantes.

Já para comer as opções são os diversos tipos de pães e torradas, patês, frios, tortas salgadas e, pelo menos, uma torta doce, dentre outros. Escolha os pratos conforme a  estação do ano. O inverno pede pratos mais encorpados, já no verão o adequado é servir pratos mais leves.

Não se esqueça de caprichar na decoração da mesa. A relativa informalidade da ocasião não dispensa o cuidado com a ambiência. Opte por uma decoração descontraída, charmosa, com arranjos de plantas tropicais e flores.

Finger food

Outra opção de serviço que vem ganhando cada vez mais adeptos é o finger food, que é  uma forma simplificada e moderna de servir refeições. Geralmente, tratam-se comidas sofisticadas servidas de maneira simples e em quantidades reduzidas. Assim, é possível experimentar vários pratos.

A principal vantagem do finger food é que ele pode ser servido a qualquer hora do dia ou à noite. Assim como em um brunch, os convidados podem comer em pé, enquanto interagem entre si. Aqui também a informalidade dá a tônica do evento, ou seja, a desvantagem é que não será tão adequado a algo mais formal.

Você pode servir desde canapés até miniaturas de receitas mais sofisticadas. Aposte no trio canapés, mini porções e cup foods (pequenas quantidades de comidas servidas em tacinhas, copinhos, mini ramequins, etc). Dentre as opções de pratos estão as saladas, moquecas de peixe, tomatinhos recheados, as massas, casquinhas de siri, ceviches e caldinhos em geral.

Como você pôde perceber, as principais tendências para cardápios de eventos corporativos privilegiam o autosserviço, a opção por uma alimentação mais saudável e informalidade na hora de servir. Quer saber mais sobre esse e outros assuntos relacionados à gestão de eventos? Assine nossa newsletter.