Conheça as sensações que as cores causam em um ambiente

É notável a influência das cores nos ambientes. Por isso, antes de escolher as tonalidades para os espaços de sua casa, escritório ou estabelecimentos, é muito interessante conhecer a psicologia das cores. Resultado das diferentes frações de luz que incidem sobre um objeto, as cores interferem no estado emocional das pessoas, provocando diferentes impressões nos sentidos e transformando os ambientes radicalmente. Elas têm o poder de estimular como também de deprimir, por isso devem ser bem escolhidas, levando-se em consideração tanto os aspectos estéticos quanto a própria funcionalidade de cada cômodo.

Para auxiliá-los nesta tarefa, vamos abordar a seguir as sensações das cores, assim vai ficar bem mais fácil acertar no tom e criar ambientes agradáveis e adequados à proposta do espaço.

As sensações das cores

Cada cor tem propriedades específicas e carrega diversas influências psicológicas. Conheça algumas:

Amarelo

Considerada a mais luminosa das cores, o amarelo é uma cor quente que traz alegria e vivacidade ao ambiente. Está relacionada com a sensação de ânimo e otimismo, ampliando a capacidade de realização, além de estimular o apetite. Por isso, é indicado para ambientes como a cozinha e a sala de jantar. Escritórios e salas de estudos também podem ser beneficiados com o clima ativo que o amarelo vivo proporciona. Usado em tonalidades mais claras é recomendado também na sala de estar ou no quarto de brinquedos.

Laranja

A vitalidade que o amarelo transmite ganha ainda mais força com a cor laranja. Quente e intenso, é considerada a cor da criatividade e está associada a dinamismo e ânimo. Por isso, o laranja é indicado para locais de trabalho e estudo que desejem estimular a atividade intelectual e física.

Vermelho

O vermelho é uma cor quente que provoca diferentes sensações dependendo de seu grau de saturação. As tonalidades mais escuras transmitem ostentação e as mais saturadas sugerem sensualidade ou excitação, estimulando a tomada de iniciativas.  Assim sendo, é recomendável redobrar os cuidados com o uso desta cor, sendo que ela costuma se comportar melhor em pequenas áreas ou em ambientes frequentados poucas horas por dia como um jardim de inverno ou um corredor, por exemplo. O seu uso excessivo pode causar irritabilidade.

Azul

Azul é tranquilidade, calmaria, suavidade. Por isso, a cor fria é indicada para colorir ambientes de repouso, como quartos de dormir (especialmente dos bebês) ou então clínicas de odontologia. Já se for utilizada em uma tonalidade mais escura transmite serenidade.

Evite usar esta cor em lugares que já são muito frios, pois o azul pode deprimir depois de algum tempo.

Verde

Frescor, esperança, segurança. O verde transmite todas essas sensações, por isso é bastante utilizado em clínicas de saúde e ligadas à natureza. É considerado uma cor curativa e está no ponto de equilíbrio entre o calor e frio, dependendo da tonalidade. Ou seja, quanto mais amarelado, mais transmite atividade e quanto mais azulado, maior é a sensação de serenidade.

Já o branco, o preto e o cinza são considerados neutros e por isso são bastante utilizados em composição com outras cores. Quando se quer ampliar o espaço, o indicado é o uso de cores claras, já quando se deseja criar um clima solene, usa-se o preto.

E você, está convencido do poder das sensações das cores na criação de um ambiente? Pois saiba que existem muitos outros fatores que compõem a cenografia de um ambiente e são responsáveis por criar as sensações que desejamos nas pessoas. Quer aprender mais sobre o assunto? Confira agora o que é cenografia!